Produção/The Age of Divinity/

 

O Bazar do Video, empresa fundada em 1985 dedicada ao comércio de material audiovisual, esteve em contacto com as artes plásticas desde a sua formação, inicialmente como fornecedor de equipamento tendo-se transformado rapidamente num local de aconselhamento e parceria técnica para quem raramente encontrava soluções capazes para a resolução de problemas.

Durante anos trabalhámos directamente com artistas e instituições de modo a conseguir sempre os melhores resultados, encontrando meios para complementar e concluir ideias retidas por barreiras tecnológicas.

Em 1991, os sócios do Bazar do Video adquiriram a Sociedade Óptica Técnica OPTEC, na perspectiva de expandir o ramo de actuação para a produção cinematográfica, aluguer de equipamento, formação, produção de eventos.

Através da OPTEC, começámos a instalar peças de arte em que o vídeo era o componente essencial, mantendo uma proximidade muito grande com os intervenientes. Foi no seguimento deste envolvimento, desde a concepção da obra até à sua apresentação que nasceu a ideia de criar um serviço que se dedicasse em exclusivo à arte e aos artistas, preenchendo uma lacuna nesta área. Não teremos dificuldade em encontrar no mercado empresas que façam instalações de audiovisuais, mas até agora nunca existiu um serviço que pensasse somente na arte, nos artistas e no seu trabalho e os executasse com competência técnica e sensibilidade artística.

A Balaclava Noir nasceu para colmatar esta lacuna, criando propostas e soluções para quem trabalha com este medium que tão rapidamente avança e se transforma. Contamos para isso com uma equipa especializada, dinâmica e sensível às necessidades do artista e aos requisitos técnicos de uma peça ou instalação, liderada por um director técnico extremamente dedicado, com formação abrangente, quer técnica quer artística.

Pretendemos assim propor um serviço completo, ou complementar, a instalações e exposições, bem como a artistas e produtores dentro das condicionantes próprias de cada projecto.

Em The Age of Divinity expandimos o espectro da nossa actuação, para além da consultoria e acompanhamento técnico estamos na produção do projecto desde a sua génese e envolvemo-nos no design do espaço e iluminação.

Procuramos que o nosso trabalho seja cada dia mais multidisciplinar e multifacetado de forma a que possamos estar presentes e acompanhar todas as fases de cada projecto.

João Daniel Chaves

 

In the second half of the XX century video was overtaken by artists which were also largely responsible for its expansion.

Bazar do Video, founded in 1985 and dedicated to the commerce of audiovisual equipment, was from the first moment connected with artists, initially as an equipment supplier, but quickly becoming a platform of partnership and technical advice for anyone unable to find solutions to solve their problems related to technology.

For years Bazar do Video worked closely with artists and institutions pursuing the best results, finding solutions and providing the necessary means to carry out ideas held by technological barriers.

In 1991 members of Bazar do Video acquired Sociedade Óptica Técnica OPTEC, expanding the branch of their action to film production, equipment rental, workshops and event production.

Since then OPTEC, became also responsible for art installations featuring video as a component, and always keeping a very large involvement with all parts during the process of creation and montage. The progressive development of this activities was such that it was necessary to establish an entity exclusively devoted to art and artists, from the objects design until its presentation to the public, and filling a gap in this area. We will not have trouble finding companies doing audiovisual installations, but until now there has never been a service exclusively dedicated to art, artists and their work, with high technical expertise and artistic sensibility.

Balaclava Noir was born to fill this gap, creating proposals and developing solutions for anyone working with this highly innovative and changing media, working with a dynamic team of experts, sensitive to the needs of the artists and responding with great technical skills to each project demands, and led by an extremely dedicated technical director, with a very comprehensive training, both technical and artistic.

We intend to propose a full service, or complement, to installations and exhibitions, artists and producers, within the constraints of each project.

In The Age of Divinity we have expanded the range of our activity. In addition to providing advice and technical support, we have been responsible for the production right from the first moment, and we've been involved in the design of space and lighting.

We seek that our work becomes increasingly multidisciplinary, and that we can be present at all stages of each project and ensure its success.

João Daniel Chaves